segunda-feira, 18 de novembro de 2013

BREAKFAST NA REDAÇÃO

AFUMEPA - 34 ANOS

Era um 15 de novembro de 1979 e na mídia da aldeia, em Porto Alegre, os jornais davam conta que ladrões haviam levado 130 milhões de cruzeiros da Joalheria Clipper, os preços tinham os produtos essenciais com previsão de congelamento nos supermercados até 10 de dezembro, a polícia localizava um bebê raptado do Hospital Fêmina e prendia os assassinos do empresário Aquiles Braggion. Já o Prefeito da capital, João Antônio Dib, anunciava que repassaria para o preço das passagens do transporte coletivo os recentes aumentos do óleo diesel e lubrificantes, e não lembro de grandes manifestações por isso, eram tempos de ditadura militar e o pessoal não era assim tão "entusiasmado" como agora (risos).

No futebol, no 15 de novembro daquele ano, o Grêmio jogaria na Montanha pelo gauchão diante do Esportivo, e havia optado por um time misto, Valdir Espinosa talvez utilizasse Paulo Roberto e Renato (ah! Bons tempos do Portaluppi). No Inter Dino Sani finalmente teria todos os titulares a disposição para o próximo jogo.

Mas naquele 15 de novembro de 1979, o botonismo vivia uma de suas principais datas, era fundada a Associação de Futebol de Mesa de Porto Alegre, a AFUMEPA, liderada por Claudio Schemes (foto). 

Seus filhos Paulo Roberto e Claudio, e figuras como Miguel Oliveira, Breno Kreuzner, Cícero Ferreira, Alexandre Gonçalves, Pedro Cruz, Mário Schemes, Juarez França, Gilberto Ghizzi e Luiz Pedde, foram fundadores.






A AFUMEPA é até hoje a mais tradicional associação botonística de Porto Alegre e uma das principais do Rio Grande do Sul. Por muito anos foi a referência de todos nas mesas e fora delas. Muitos passaram pela AFUMEPA e aprenderam a respeitar seus valores. Foram muitos os títulos também.

Mas o tempo impõe a todos a necessidade de renovação, casamentos terminam, equipes se diluem, lideranças se desgastam, influências se perdem, acontece com todos, não é privilégio de nenhum grupo. A AFUMEPA teve que enfrentar novos tempos e sua resistência as mudanças, seu apego as tradições, terminou por afastar pessoas, enfraquecer sua presença nas mesas e no cenário de decisões.

Era preciso transformar uma associação agarrada a sua própria magnífica história, em uma associação sintonizada com as novas ideias, com condições de aproximação ao meio que hoje move o esporte e claro, isso só seria possível com novas lideranças.

Se AFUMEPA está completamente ligada a muitos dos nomes do começo de sua trajetória, da mesma forma hoje é impossível dissociar seu renascimento a figura de Dani Junqueira, o atual Presidente da associação.

Quando foi para a AFUMEPA, levou para o clube vários botonistas e tem sucessivamente agregado novos nomes. Dinamizou, reintegrou e estabeleceu com sua Diretoria e sócios uma nova imagem de entidade parceira e aberta.

Mais, deverá levar a AFUMEPA novamente a um dos principais postos da Federação Gaúcha de Futebol de Mesa no final deste mês, assumindo a vice presidência da FGFM, já dentro dos novos moldes de gestão iniciados com Marcelo Vinhas e que tiveram sequência com Daniel Maciel.

Entre tantos os quadros pintados de sua esplêndida memória, hoje seria impossível contar a história da AFUMEPA sem que os traços de Dani Junqueira estejam presentes em seu desenho, que vai ganhando novas formas e novas cores.

Vida longa a uma moderna AFUMEPA!  

NA PRANCHETA

Fechada a ENQUETE do Gothe Gol para o brasileiro de lisos em Caiobá no Paraná que acontece neste próximo final de semana. A gauchada resolveu apostar firme no Campeão da Copa do Brasil 2013, Marcelo Vinhas, que foi fácil o escolhido. Seguiram Fernando Miranda do Espírito Santo, Gabriel da Bahia, Degani do Rio Grande do Sul, Aldemar do Rio Grande do Norte e Diógenes da Bahia.

Falando em brasileiro que na quinta disputará o de clubes e de sexta a domingo o individual, a 1ª fase já reserva um duelo gaúcho, pois os dois principais jogadores do Estado dividem a mesma chave, Marcelo Vinhas e Alex Degani.


E o vencedor da ENQUETE para o brasileiro, Marcelo Vinhas, conquistou no sábado o caneco de Campeão do interno de lisos da Academia. Nas semi ficou no empate com Alexandre, enquanto Mateus e Zilber também empatavam. Na decisão fez 3 a 0 sem sustos diante de Mateus Pierobom. A novidade é que Vinhas está com um novo Coxa, assinado por Gabriel de Canguçu, e que traz a foto dos craques do Coritiba mais famoso do país nas mesas. Jogará com o novo time em Caiobá ? A dúvida fica para ser respondida já em terras paranaenses.



A AFM Caxias vai com time de peso para o brasileiro de lisos. Na Especial Pizza Filho, Daniel Maciel, Mario Vargas, Robson Bauer, Vinícius Nunes, Carraro, Mazochi, Rogério Prezzi e até o Maurício "WO" Rodrigues, o Chambinho. Entre a gurizada Pica Pau, Hemerson e Lucas, no Sênior Crosa e Jota Correa e no Master Pizza Pai e Aramis Segatto.

Nos cavados da Franzen Diogo lidera o interno, perseguido por Pufal, Róbin e Mauro.

Falando em Franzen, Carlos Kuhn que ganhou o interno de lisos, bateu Breno nas semifinais por tranquilos 3 a 0 e venceu Alam Casartelli por 1 gol na decisão. Na publicação da sexta feira no REVISTA, ficamos devendo os resultados.

O amigo Claudio Pinho abocanhou o caneco da Taça José Waner que homenageou o botonista carioca. O torneio capitaneado por Claudio Moreira teve como vice campeão Moysés com Claudio Moreira em 3º e Pedro Paulo na 4ª posição. O torneio aconteceu na Ilha do Governador, nos cavados.






O mercado da bolinha começa a se movimentar com a aproximação do final da temporada. A APFM via Facebook, anda anunciando novidades.

No sábado pelo interno de cavados do Geraldo Santana, Ajax de Fabio e Barça de Jefferson Oliveira ficaram no empate sem gols pela Série Ouro. Com o resultado Jefferson igualou-se com o Newell's de Gothe na liderança, são os mesmos 13 pontos, mas com 2 jogos a mais. A noite de hoje é de rodada pela competição. O Coordenador Cristian Costa reitera sua preocupação com alguns jogos em atraso e também com algunas mensalidades do clube que devem ser colocadas em dia.

Já Tetra Campeão Mundial da F1, assim mesmo o alemão Vettel foi atrás de um novo recorde. Venceu seu oitavo GP consecutivo na temporada (Estados Unidos) e quebrou o recorde que pertencia na categoria a outro alemão, Michael Schumacher, e ao italiano Alberto Ascari, de 7 vitórias em sequência. De novidade, apenas que o hino alemão foi ouvido na tarde de domingo, ao invés de ter sido executado pela manhã.




Vi Drogba jogar na Copa do Mundo da África diante do Brasil, em Johanesburgo no Soccer City, e ele que sempre me impressionou quando o via na TV, ao vivo impressiona muito mais, é um grande jogador. Bom que ele virá em 2014 já que a Costa do Marfim obteve a classificação, assim como Eto'o e Camarões. Uma pena que Ribéry corre como a França o risco de ficar de fora, assim como é certo que Cristiano Ronaldo e Portugal, ou Ibrahimovic e a Suécia, um dos dois ficará de fora da Copa no Brasil. Uma Copa deve ter sempre os grandes nomes do futebol.

Bato na tecla desde a contratação, hoje no site do Globo Esporte, quase 77% dos Gremistas não querem Portaluppi em 2014. O Grêmio bateu o Flamengo ontem pelo brasileiro na Arena, quando Renato rendeu-se ao "simplório" 4-4-2, mas o 4-4-2 com dois armadores e não 3 volantes e apenas um homem de aproximação com os atacantes. Mas defendo esta tese desde sempre, jamais me atendo aos resultados, falava dela insistentemente mesmo quando a maior parte da torcida e da imprensa idolatrava o técnico que acumulava bons resultados a base de meras circunstâncias. Para a cultura da mediocridade de Portaluppi, Maxi Rodriguez não deve mesmo estar pronto para ser titular.

Contra as teses mais absurdas, apostei minha torcida já faz bastante tempo no Pelotas, o time a época vivia as turras com os bons resultados. Veio vitória em clássico de barbada na casa do adversário, veio o título da Copa Sul Fronteira decidida nos derbys, e na noite de ontem veio nas penalidades o título da Supercopa Gaúcha contra os vermelhos, os melhores, porque os outros eram atolados no Serra Dourada.




Goiás e Inter em Goiânia pelo brasileirão não foi resultado que pudesse surpreender alguém, colorados inclusos. O rebaixamento não irá acontecer, mas de forma alguma torci para os vermelhos baterem o Goiás e "ajudarem" o Grêmio. Os quero derrotados sempre.

JOTINHA EM TIRAS
















Clic nas imagens para ampliar

N@VEG@NDO




















Nossa saudação especial aos novos amigos de Penápolis em São Paulo e Esslingen na Alemanha. Abraço aos internautas de Porto Alegre, Viamão, Torres, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, Santa Maria, Passo Fundo, Bagé, Canguçu, Rio Grande e Pelotas no Rio Grande do Sul, Florianópolis, Camboriú, Joinville, Brusque, Lages, Araranguá, Garopaba e Sombrio em Santa Catarina, Curtiba, Cascavel, Ponta Grossa e Paranaguá no Paraná, São Paulo, Barueri e Araraquara em São Paulo, Rio de Janeiro no Rio, Uberlândia e Pedro Leopoldo em Minas Gerais, Brasília no DF, Salvador na Bahia, Recife em Pernambuco, João Pessoa na Paraíba, Natal no Rio Grande do Norte, São Luis no Maranhão, Iga no Japão, Paris na França e Coimbra em Portugal.










Arte Dani by Gothe Gol
Claudio Schemes by Google
Banner NA PRANCHETA by Gothe Gol
Coritiba cortesia by Marcelo Vinhas
Taça José Waner cortesia by Claudio Pinho
Vettel by Terra
Maxi Rodriguez by Terra
Pelotas by Zero Hora Digital
JOTINHA EM TIRAS by Gothe Gol
Cidades by Google

4 comentários:

claudioaalight disse...

Amigo Gothe,
Obrigado pela nota, principlamente pelo Waner que mereceu a homenagem.
Mas quem organizou foi o meu xará:
Claudio Moreira, presidente da AAIG.
Apenas joguei e divulguei, quanto ao título foi um caso fortuito do fs, aliás não foi o único (rsrs)

Ricardo Gothe disse...

Amigo Claudio Pinho,

redigindo e assistindo o brasileiro na TV, o meu Grêmio, misturei tudo, rsrs... Também o Portaluppi por aqui apronta.

Grande abraço e parabéns pela conquista!

Abraço,
Gothe.

SAMBAQUY, Adauto Celso disse...

Afumepa.
Acompanhamos os primeiros passos dados pela familia Schemes e amigos. Na ocasião estavamos em Brusque e promovemos algumas Integrações entre a Brusquense e Afumepa. O pessoal da verde e branco participou do Primeiro Centro Sul (na época Sulbrasileiro) que realizamos em 1979 e do sétimo brasileiro realizado em 1981. As amizades continuam e que essa entidade volte a ter seus dias de imensas glórias, coisa corriqueira naqueles primeiros anos.
Abração aos amigos da Afumepa e ao seu grande presidente Dani Junqueira.

lhroza disse...

LH.ROZA
Voltando no TEMPO: venho relembrar do amigo ANDRE LUIZ MARQUES,então na epoca Presidente da FGFM e integrande da AFUMEPA.
Principal MOTIVO: foi quando oficialmente criamos o Dptº.de Futmesa no COP.
Desde então estreitamos div.:amizades com o pessoal da AFUMEPA. Hoje residindo em Joinville-SC continuamos acompanhando o crescimento dessa que tornou-se exemplo para tantas outras Associações .
Ao pessoal que irão participar da com´petição em Caiobá, desejamos fortes emoções.
1 forte abç. e até a próxima.