quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CONEXÃOHallal e TEMPERO BAIANO NO FUTMESA

CONEXÃOHallal, por Pedrinho Hallal

O CHEFE saiu campeão!

O dia 24 de novembro será decretado feriado intergaláctico a partir de 2013. Nesse dia, Paulo Zilberknop, ou simplesmente CHEFE, honrou a frase “sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra” nas mesas de Caiobá. Zilber foi cirúrgico. Venceu quase todos os jogos, mas chegou na final contra um botonista que havia surrado todos os adversários, inclusive o nosso pobre Badia. Mas a vantagem do empate fez mal para Carlson. Jogar pensando no empate contra o CHEFE é suicídio. Eis que aos 5 minutos do segundo tempo, Zilber tem um tiro de meta, com um porco fechado na ponta direita. O resto da história não precisamos contar. Bola na rede e a porteira estava aberta. Daí para frente foi esperar o apito final para todo o Rio Grande do Sul cantar o hino da Academia, agora hino oficial da FGFM: “O Zilber vai sair campeão, o Zilber vai sair campeão”. Os vídeos do título, postados por João Garima no Facebook e por Breno em seu blog dão uma ideia do que foi a comemoração, com direito a derrubada de mesa, lixo na cabeça e tudo.

E olhem que o hino da Academia, versão plagiada, quase foi cantado três dias antes, após a espetacular campanha dos amigos da ARFM no campeonato por equipes. Não tivesse Alex sido infectado com a doença de Gabriel Melo, e o Rio Grande do Sul estaria comemorando mais um título inédito. Independentemente do resultado final, ficou claro que nossas equipes podem competir de igual para igual com as demais.

Entre os jovens, Pica Pau ganhou mais uma vez. Uma pena a competição estar tão esvaziada, algo que deverá mudar a partir de 2014, quando a CBFM usará a fórmula de sucesso adotada por Vinhas frente a FGFM para captar mais botonistas júnior para os campeonatos. Na categoria mais geriátrica de todas, eis que um senhor de nome estranho (de Sergipe) não parava de empilhar gols (e berros) até a partida final. Título merecido com direito a goleada por 4x0 na final.

No especial, o Rio Grande do Sul beliscou mais uma vez. Éramos 18 entre os 32, 9 entre os 16, mas apenas 3 entre os 8 e 1 entre os 4. Faltou experiência nos momentos decisivos em jogos de lisos, algo que está melhorando a cada dia. Aposto que entre 2014 e 2015 faturaremos o Brasileiro Especial. O grande campeão foi Flávio Lisa, o qual, imitando a façanha de Sérgio Oliveira, conquistou títulos nos lisos sem sofrer gols.

Alguns destaques entre os gaúchos:

Vinhas – entrou como Vinhas e saiu como Pimentel.

Degani – tomou a virada de Vinhas na primeira rodada e apanhou de mais um Mutti na segunda fase. Jogou bem contra Gabriel, mas no duelo dos vices, ficou em segundo lugar.

Maciel – jogou como Cerveja nas primeiras fases e voltou a ser Fanta Uva nas semifinais.

Róbson – jogou como Diógenes e chutou como Dudu nas quartas de final. Faltou pouco.

Augusto – deu bom, conforme previsto por todos da Academia.

Pizza – só não chegou mais longe devido ao temperamento.

Carraro – botonista que faz os quatro primeiros pênaltis e quase fura em bola no quinto não pode ir longe. Foi até longe demais.

Rodrigo – joga muito e vai chegar em breve. Podem anotar.

Mário – eliminou Vinhas, mas depois se entregou contra ‘painho’ Maciel.

Sílvio – jogou demais no equipes e não manteve o ritmo no individual.

Rodalles – sua participação foi melhor nas enquetes do Face do que nas mesas.

Pedrinho – sua participação foi melhor nas enquetes do Face do que nas mesas.

Garima – ficou magoado com a exclusão da final do equipes e não rendeu no individual. Depois que se acalmou, chegou na prata.

Piruka – jogou como nunca e perdeu como sempre.

Sandro Mazochi – ao ver Alex com a noiva no campeonato ficou completamente transtornado. O ciúmes o eliminou.

Vinicius – foi eleito o botonista mais guerreiro do Brasil.

Osmar – fez um gol na competição, marcado pelo adversário.

Badia – passou no grupo da morte, mas apanhou de Carlson em seguida.

Minha previsão para a Taça RS é simples. Ganha o editor. O Natal vem aí.

TEMPERO BAIANO NO FUTMESA


























por Gabriel Melo

BRASILEIRÃO DE FUTMESA 2013

E lá se foi mais uma edição do Brasileirão 2013. Muita festa, alegria, amizade e competitividade.

ORGANIZAÇÃO – tudo saiu como esperado e planejado. Todos os atletas recebendo seus cartões com horários dos jogos. E na falta destes as informações foram precisas pela mesa diretora.

* Pecamos nas informações virtuais, como disse no face, é uma questão que vamos conversar para consertar. Não tem como a CBFM Disco organizar a competição e seus diretores fazerem este papel, é praticamente inviável!

BRASILEIRO DE CLUBES – na final, deu a lógica, as duas únicas equipes que jogam coletivamente e vibram juntas. Com isso fazem seus resultados! A ACRA-BA foi superior a ARFM-RS, onde ouso a dizer que a equipe gaúcha sentiu a final, no popular, TREMEU!! A ACRA não tinha nada haver e fez seu papel, levando mais um titulo para casa.

PARABENS ACRA!!!!!!!!!!!!!!!

Serie Prata – No Brasileiro de Clubes – serie Prata, o Clube dos Amigos – SE foram os campeões!

BRASILEIRO INDIVIDUAL – como falei na ultima Coluna, as minhas perspectivas já seriam traídas por causa do sorteio, onde colocou vários atletas potenciais no mesmo grupo. E minhas apostas, não sei porque, não foram muito a frente.

MASTER – o excelente Eró, estreou na categoria com chave de ouro, com seu futebol agressivo e para cima ganhou as duas ultimas partidas com uma boa margem de gol, a semi (4x1) e a final (4x0). Entre os meus favoritos, Carlos Alberto na conseguiu repetir o titulo do ano passado e terminou na 2ª colocação.

PARABENS ERÓ!!!! TITULO MERECIDO!!! Ano que vem tentará, em casa, repetir o feito!

SENIOR – uma final inesperada, não pelo talento dos atletas e sim pela falta de freqüência destes figurarem entre os melhores! Mas quem viu os jogos, afirmam que foi a final mais merecida! Ambos chegaram com excelentes aproveitamentos, Carlson, com 100% e Zilber com um empate a menos!
Jogo com status de equilibrado. Porem na pratica não aconteceu. O Chefe tomou a dianteira da partida e seguiu controlando até o final. O sonoro 3x0 lhe garantiu o titulo e a turma gaúcha conseguiu, enfim, cantar... O ZILBER SAIU CAMPEÃO!!! O ZILBER SAIU CAMPEÃO!!!

ESPECIAL – o Mito x a renovação!!! Uns dando como certo o 6 titulo. Outros apostando na novidade (entre eles um jovem/senhor baiano torcedor do vasco). E foi um jogo equilibrado, com ambos tendo chances! Porem, o “novo” estava mais confiante e com maior precisão! Deixou chutar era gol! Fez isso em todos os seus jogos! Quando dava algo errado, o goleirão resolvia tudo la no fundo... Tando que saiu sem levar um único gol!!! Ganhou o merecedor, ganhou o melhor, eis o NOVO campeão BRASILEIRO!

PARABENS FLAVINHO!!! Em casa buscará o BICAMPEONATO!!!

JUNIOR – Pica-Pau se tornou Bi Campeão!

A BAHIA NO BRASILEIRÃO

Na categoria Máster, nossos melhores atletas foram Mutti( o pai do Alex Degani), ficando em Terceiro e Waltinho ficando em quarto. Ponto ainda para Cristovam que mesmo jogando de unha foi o quinto.

No sênior, nosso melhor colocado foi Walter Ribeiro, ficando em quinto lugar.

No especial, tivemos o Diógenes como vice e eu como quarto.

Credito está campanha, pela melhora dos outros estados. Os atletas fora da Bahia estão cada vez mais dedicados e treinados!!!!

FUTMESA NA BAHIA

Nas datas de 07 e 08 de Dezembro, fecharemos nosso calendário de competições, com o estadual individual.

E no dia 13 do mesmo mês, teremos a posse da nova diretoria, que conta comigo na presidência, Paulo Machado, Ivo, Hamilton Junior, Fabio Soares, Adailton, Walter Ribeiro, Adailton e Sandro.

Abraços!!!

4 comentários:

Marcio Neves disse...

Oi Gothe:
Te passando as premiações de Caiobá que você não tinha ainda publicado em seu blog.
Na Série Prata no individual o primeiro lugar foi Gláucio(ES). O vice foi Walter Chagas da Acra futmesa. Em terceiro foi Garima(já noticiado no blog) e em quarto lugar ficou Serginho(ES).
O quarto lugar nos juniores foi Weiss da AFM Caxias do Sul. Não consegui a informação do nome do terceiro lugar nos juniores.

Um abraço,

Marcio Neves

AFM Caxias do Sul disse...

Pow Gabriel, ta certo que foi na prata, mas não nos tira o título. Nós fomos os campeões no equipes prata.

Att, Vinícius Nunes

Marcio Neves disse...

Oi Gothe:

Acessando o link da cbfm em sua página podemos encontrar a matéria sobre o brasileiro informando todas as premiações, e tabela com todos os jogos do Brasileiro por equipes e individual.

Um abraço,

Flavio Lisa disse...

Parabéns pelas colunas amigos e obrigado pelos elogios. Tenham a certeza de que não há nada errado com a Bahia e sim, nós dos outros estados estamos buscando a evolução com muito entusiasmo. Aguardem o Sul aí...