terça-feira, 16 de abril de 2013

CONVERSA DE STUDIO - MARCELO VINHAS




















Depois do sucesso do Studio de Verão no começo deste ano, estamos estreiando hoje o Conversa de STUDIO, e a intenção segue sendo a mesma, abordar com protagonistas e apaixonados pelo Futmesa questões atuais do esporte, reproduzindo na fala de cada um o que é de interesse de quem está ligado no dia a dia do botonismo. E nada melhor para uma estreia do que uma Conversa de STUDIO com o primeiro Campeão da Copa do Brasil de lisos, Marcelo Vinhas, também o primeiro Campeão gaúcho da modalidade na Especial, a mais cobiçada das categorias.

Vinhas é para muitos o melhor perfil de um Campeão, discreto, não afeito a polêmicas e rivalidades, desafiante de seus próprios limites, com um Fair Play impecável e uma técnica pessoal admirável, tanto nos cavados quanto nos lisos da regra brasileira. Confira agora o Conversa de STUDIO com Marcelo Vinhas.

 



















Gothe Gol - Você conquistou recentemente o primeiro título gaúcho nacional na Especial dos lisos, a Copa do Brasil. Que impacto acredita que este fato terá para o crescimento e incentivo da modalidade no Rio Grande do Sul ?

Vinhas - Embora poucas e ainda isoladas em alguns clubes, já temos mesas de liso. Também já aprendemos a cuidar dessas mesas. Aprendemos também a adaptar as dimensões dos nossos botões e réguas para a modalidade. Somos o estado com o maior número de clubes e de botonistas filiados. Temos jogadores de altíssimo nível técnico. Mesmo que muitos não acreditassem, o título veio como conseqüência desse conjunto de fatores. O liso, que já crescia, seguirá crescendo e mais títulos virão para os gaúchos.

Gothe Gol - Do ponto de vista pessoal, qual o peso desta conquista para o Marcelo Vinhas, tantas vezes já Campeão em cavados e lisos ?

Vinhas - Sem dúvidas foi a minha maior conquista como botonista. Muitas vezes ganhei títulos importantes saindo com a sensação de “meta atingida”. Dessa vez o sentimento foi de realização, algo inexplicável.

Gothe Gol - A final na Especial dos lisos do brasileiro em 2010 que você fez foi em Porto Alegre, o título da Copa do Brasil conquistado em Caxias do Sul, o grande desafio agora passa a ser ganhar um título nacional para os gaúchos fora de casa ?

Vinhas - O desafio agora para os gaúchos é manter o “cinturão” do Centro-Sul, da Copa do Brasil e, quem sabe, trazer o título do Brasileiro, independente de onde as competições sejam realizadas. Vale lembrar que estou me restringindo à categoria Especial. Sobre desafios pessoais, ainda há muitos. Vou dizer um deles: Academia de Futebol de Mesa campeã brasileira de clubes da modalidade liso. Seria sonho ?

Gothe Gol - Qual a diferença de jogar o liso no Rio Grande do Sul ou fora do Estado ? As mesas, o ambiente, existem diferenças e elas pesam no desempenho ?

Vinhas - Adoro jogar fora do Rio Grande do Sul. Sempre fui muito bem recebido e me senti à vontade jogando em todos os estados. Porém, aqui estamos “em casa”, além de termos mais intimidade com as mesas. São detalhes que podem pesar em momentos mais decisivos.

Gothe Gol - Para você, levando em consideração que qualquer esporte é momento, quem são hoje os 3 jogadores de melhor desempenho técnico no liso no Brasil ?

Vinhas - Gabriel Melo, Aldemar Neto e Franklin.

Gothe Gol - E no Rio Grande do Sul, quem são no momento os 3 melhores desempenhos técnicos da modalidade ?

Vinhas - Alex Degani, Matias Pierobom e Mário Vargas.

Gothe Gol - O Estadual Especial dos lisos acontece agora em abril, já tivemos em março o Estadual de Equipes e a Copa do Brasil. O brasileiro é só no 2º semestre, historicamente. Não seria importante para os botonistas gaúchos ter uma competição forte um pouco mais próxima do brasileiro ?

Vinhas - O Equipes precedeu a Copa do Brasil, o Estadual irá preceder o Centro-Sul e temos a Taça RS precedendo o Brasileiro, embora num intervalo de tempo maior e numa quantidade de botonistas menor. Nosso calendário precisa de alguns ajustes, mas não penso que essa seja a questão principal.

Gothe Gol - Qual a sua expectativa pessoal para o Estadual de lisos Especial, uma vez que você e Alex Degani podem chegar ao Tri da competição ?

Vinhas - Sempre me preocupei mais com o meu jogo do que com os resultados. Vencer é sempre bom. Um Tri Estadual então, nem se fala. Entretanto a expectativa é a de seguir jogando um bom futebol de mesa, tal como consegui no Estadual por Equipes e na Copa do Brasil. Em 2011 estive há uns 15 minutos desse Tri, mas deixei escapar num episódio que o Alex passou a chamar de Batalha do Dunas. Porém hoje nosso estado está muito forte na modalidade e temos, no mínimo, 10 botonistas com totais chances de levar esse caneco.

Gothe Gol - Você chega mais relaxado ao Estadual Especial pela conquista da Copa do Brasil ou mais pressionado pela avaliação predominante de que você hoje é o melhor jogador de liso gaúcho ?

Vinhas - Mais relaxado, com certeza. A Copa foi uma realização para mim, vestindo a camisa da FGFM com muito orgulho. No Estadual tudo o que quero é seguir jogando bem. Se houver alguma pressão, partirá somente de mim, com a finalidade de manter a qualidade do meu jogo.

Gothe Gol - Para encerrar e descontrair um pouco vamos a questão que todos "querem de fato" saber. A ausência do nosso Editor Chefe na Copa do Brasil (já que disputava na mesma data o torneio festivo dos 241 anos de Porto Alegre) facilitou a conquista do título e deixa mais fácil o caminho para o Estadual Especial ?

Vinhas - Semanas antes pensei em jogar o Torneio Aberto Aniversário Cidade de Porto Alegre. Minha decisão mais acertada foi a de optar por Caxias, pois me disseram que o Editor estava jogando muito! Felizmente terei janeiro e fevereiro de 2014 para treinar de forma intensiva visando o próximo aniversário da capital gaúcha, quando esse embate poderá acontecer.

15 comentários:

Gabriel Melo disse...

Esse Vinhas é um amigão... indicou meu nome como combinado... breve pago as cervejas acertadas!!!! Parabens pela entrevista!!

Maurício disse...

Discordo do Vinhas... Abaixo os 3 melhores do Brasil:
1) Gothe
2) Prezzi
3) J. Cláudio

Ricardo Gothe disse...

Bah!

E eu tinha combinado com o Vinhas e o cara roeu a corda, rsrs...

Abraço,
Gothe.

Marcelo Vinhas disse...

Chambo,

Quando respondia a entrevista cheguei a digitar o nome do Robson Bauer, mas na última hora escolhi o meu ídolo Mário Cachaça.

O nome do Editor certamente entraria na resposta se a pergunta fosse sobre os 5 melhores no momento. Na minha opinião, é claro.

Abraço,
Vinhas.

Maurício disse...

Bem lembrado Vinhas... Abração!!!

Pedrinho Gmail disse...

Gothe Top 5, com certeza.

Gabriel: o que o Marcelo fez é algo muito bem descrito na psicologia: ele disse que tu és o melhor do Brasil para valorizar ainda mais o título dele. Ou seja, PAPAI NOEL CONTINUA NÃO EXISTINDO.

Abraços, Pedrinho

Osmar disse...

O Pedrinho poderia ser o psicólogo de si mesmo, ele parece ter talento.

Marcelo Vinhas disse...

Poisé, Gabriel. Se eu não quisesse valorizar o título, no teu lugar eu certamente colocaria o Pedrinho.

Pedrinho Gmail disse...

Poizé, Marsselú. Imajina eu e o Gothe no Top 3.

Marcelo Vinhas disse...

Não... Tu e o Papai Noel no Top 3.

Gabriel Melo disse...

Vinhas, que é esse tal de Pedrinho... ele sempre se mete nas conversas dos outros!!! Ele joga botão??? NUnca vi falar dele!!!!

Pedrinho Gmail disse...

1)O Dindo chegou para defender.

2) Pedrinho, Papai Noel e Gothe no Top 3.

3) Gabriel, eu também te amo.

Ricardo Gothe disse...

Se continuar esse tunda toda, até eu vou ter que sair em defesa do Pedrinho, rsrs...

Abraço,
Gothe.

Pedrinho Gmail disse...

Se o Gothe vier para o meu lado é certo que eu perco.

Pé frio NÃO!!!

Ricardo Gothe disse...

Toma um baita laço de todos os lados, o Pelotas segue na primeira e ainda faz pouco caso de uma mãozinha ? rsrs...