quarta-feira, 9 de outubro de 2013

COLUNISTAS

CAMPEÃO DE TUDO

























por Alex Degani

Hoje é dia de festa. Não! Não estou me referindo ao aniversário de falecimento do Che Guevara. Nem ao show da Anitta ocorrido na Praia do Cassino há 3 dias. Me refiro a "encantada" vitória do meu (nosso) Inter Grande do Sul! Colorado das glórias, orgulho do Brasil!

Semana passada o meu sogro (Renato Portaluppi) disse: "Tem time que acha que joga bonito, mas vê o Grêmio de binóculo". Assino embaixo! Inclusive, certa vez, disse mais ou menos isto ao meu amigo Panda. Era a Taça RS de 2004, época em que nossos jogos pegavam fogo. E, geralmente o incêncio era do lado de lá... Na ocasião venci o Victor por sonoros 4 x 0. Ao final do jogo, ele disse: "Até ganhasse, mas tu não joga, só te escondes!". Respondi, à moda Renato: "Foi quatro sem eu jogar; imagina se tivesse jogado!". Resumo da ópera: futebol, como todo esporte, é resultado! E a saída do Dunga era esperada. E foi acertada. Sua imagem estava tão abalada quanto a do "Favorito" quando saiu da Franzen pela porta dos fundos.

E, no lugar do ídolo - nos gramados - Dunga, veio outro: Clemer, ele que ajudou a levar o Inter e o RS a alcançar o topo do mundo com a conquista do Mundial FIFA. Que fique até dezembro...

Por falar em Mundial FIFA, vamos agora falar do Liso, mais especificamente do Estadual Geriátrico. Carlitos Kuhn é um daqueles "coroas" que jogam fácil. Acumula troféus na mesma velocidade em que toma viagra. Tem - e sempre teve - uma defesa sólida, pragmática, sem abdicar do ataque, além de um ótimo aproveitamento nas finalizações. Experiente, viu seu adversário dar "peixinho" na finalíssima, mas, sem desespero, acabou por fisgar o Toy Story Fish com facilidade. Aliás, como de rotina. Agora é saber se ele vai sair da toca e ir para Caiobá. Se for, tomara que ao menos me vingue frente ao veterano vascaíno Hamilton Mutti. Sildenafila neles Kuhn! Parabéns!

Final de semana passado foi atípico. Seja pela participação - modesta - do Gothe na principal modalidade do futmesa nacional, seja pela vitória do colorado, o qual naufragava tabela a baixo. A partir de agora, só cumpriremos tabela. Mas, não sejamos complacentes com a turma que está em jejum há 12 anos, pois não devemos começar a rezar. Aliás, a temível zona Z4, profundamente conhecida pelos nossos co-irmãos, não assusta. Clemer assumiu e, já na sua estréia, conseguiu uma vitória (sofrida, é verdade) pelo placar mínimo, num gol desafogo, sobretudo porque Leandro Damião estava havia doze jogos sem marcar. Mesmo com a vitória, vislumbra-se mal tempo pelos lados da Padre Cacique, e o novo técnico do Inter terá muito trabalho para reunir as peças do vestiário.

Há quem diga que o Clemer deve permanecer até final do ano. Outros queriam Abel Braga de imediato. Alguns poucos apostavam em Mano Menezes. Apenas Celso Roth é unanimidade: nenhum colorado apóia sua vinda! As opiniões são variadas. Assim como as enquetes de nosso web-periódico. Porém, alguns votos são mais contestados. Em recente conversa com Arlei, ele disse que "votar em Cepel é tão absurdo quanto apoiar a Dilma na próxima eleição". Particularmente, achei um exagero. O Cepel não é tão limitado assim. Mas, o alemão de Canguçú deve ter seus motivos...

Alguns botonistas demonstram descontentamento com a editoria do Gothe Gol e suas "prioridades incomuns". Concordo. Se já era difícil ver o salva-vidas de aquário tanto falar do campeonato interno de Viamão, agora ainda temos que aturar o Gothe falando, repetitivamente, do falido futebol profissional da cidade do doce...

"Derrota após derrota até a vitória final". Frase do Che, que compartilho hoje com os botonistas de todo o Brasil! Até mais!

TAMO JUNTO!




















Por Dani Junqueira

Gurizada, semana passada o assunto foi regulado pelos amigos da zona sul, pois de alguma maneira se sentiram atingidos em sua paixão, que de forma nenhuma foi o nosso objetivo e a imagem acima demonstra como fiquei na zona de comentários.

Respeito e admiro a todos, mas compreendido ou não, para mim já passou e de coração aqueles que me conhecem sabem como sou, mas vale a pena ressaltar a experiência do amigo Osmar em seu toque, seu comentário foi com muita categoria e clareza, de fato fica a lição.

Já Pedrinho em sua onipotência se acha a última bolachinha do pacote mofado, me rachou ao meio, faz parte, já que sou dos Imundos da Capital, e acompanhando a situação do Degani e suas colocações oportunistas, me enterrou mais ainda, rsrsrsrs. QUERIDO, não faça de mim seu espelho.

Ao amigo Marcelo Vinhas deixo meu sincero abraço e digo, talvez por não ter a habilidade dos escribas, não tenha me expressado corretamente a ti queridão, peço perdãooooooooooooooo. Claro que às vezes não iremos contentar alguns por um lado ou outro, acontece aqui na capital, a corneta pega forte contra mim quando o assunto é o Grêmio, pois sou muito crítico.

Nesta grande brincadeira que fazemos aqui em nossos espaços que servem para divertir a nossa comunidade botonística, onde informamos, criamos resenhas, sacanagens, cornetas, elogios e criticas e é principalmente um espaço democrático e inteligente, onde cada um tem sua característica respeitada pelo editor, sabemos nos divertir e aproveitar bem este blog criado pelo amigo Gothe e que hoje pertence mais a nós do que a seu criador.

Só fiquei triste com uma reação isolada e desproporcional de um colega botonísta no qual me reservarei o direito de não citar seu nome, por não achar necessário criar mais desconforto para mim mesmo e expor uma situação que não levará a nada. Serviu somente para mostrar o verdadeiro caráter desta pessoa e que não vale a pena perdermos tempo. Saber brincar, saber sacanear, faz parte de nosso divertimento e entretenimento ao qual convivemos juntos e nos conhecemos ao ponto de saber que pelo menos por mim não levo maldade no que é escrito.

No mais pessoal entre mortos e feridos o Inter do Degani perdeu mais uma nesta quinta passada e vamos ter que aguentar suas comparações e paralelos sacaneando com os amigos botonístas, para quem vai sobrar nesta semana ?

GRÊMIO

Voltando ao tricolor dos Pampas, mesmo não gostando do futebol que nossa equipe vem produzindo, somamos mais três pontos contra o Atlético Paranaense na Arena e Renato está feliz, pois contra resultados nada se pode falar, minha curiosidade fica para o momento em que faltar as mesmas circunstãncias.




GRÊMIO 2

Quem segura este time aplicado do Renato ? Agora foi o Botafogo que sentiu o poder de superação da equipe tricolor que surpreendeu a todos com a expulsão infantil de Kléber que incrivelmente começou a jogar melhor depois de sua saída, e em certo momento, não parecia que tínhamos um a menos, já a segunda etapa foi um por todos e todos por um contando com uma ótima dose de sorte e conseguimos segurar o adversário e levar mais três pontos.

RENATO

Volto a dizer, que estrela tem o Renato, inventou o esquema com três zagueiros e três volantes, fez variações quando precisou e agora foi contra a lógica do futebol e contra toda a crônica gaúcha que achava que Zé Roberto e Elano não poderiam ser bancários nesta equipe gremista, está mostrando sua convicção jogo a jogo e claro, não podemos descartar o momento e a sorte que vem o acompanhado.





OPINIÃO

Claro que contra resultados não se tem nada a contestar ou não se deveria, só acho que o atual momento do tricolor de Renato chama demais os adversários para jogar dentro de nosso campo, deixando para atacar somente nos contra-ataques, nosso jogo é muito feio, truncado e por vezes dá a impressão de não termos saídas, opções, o que vejo é uma equipe muito solidária na marcação, que ninguém tem vergonha de dar chutões em nenhum momento do jogo. A determinação demonstrada pelos seus jogadores é notável, ninguém para de marcar durante todo o tempo.

Esta maneira de se apresentar durante as partidas tem deixado a torcida extremamente apreensiva, não queria estar na pele do secador de Rio Grande (DR. Degani), se para mim esta sendo um parto imagina a figura no final de cada partida o Grêmio somando pontos. Calma doutor, o Inter venceu o Fluminense.

FUTEBOL DE MESA

Que maravilha foi o Estadual Sênior em Caxias do Sul, com a organização de sempre tivemos uma competição de alto nível, onde nossos veteranos mostraram a todos, todas a suas qualidades, deixando claro que ainda estão aptos a enfrentar a gurizada.

Para mim pessoalmente foi mais especial ainda, pois Carlos A. Kuhn sagrou-se mais uma vez campeão gaúcho de sua categoria com seis vitórias e um empate, trazendo o titulo para nossa Associação, a AFUMEPA, e em 4º lugar ficou nossa Lenda Viva Sérgio de Oliveira, parabéns aos dois, principalmente pela bela performance que tiveram nesta competição. Que venha o Brasileiro!

10 comentários:

hamster adestrado disse...

Esse Arlei está se superando!!! Ainda bem que meu amigaço, o Cirurgião Alex, me conta tudo!!!

Pedrinho Gmail disse...

Dani, eu só respondi a tua coluna com uma brincadeira.

Achei desproporcional a tua ofensa de hoje, mas opinião é opinião.

Abraços,

Bono de chocolate

Carlos Kuhn disse...

Aos colunistas vermelho e azul meu muito obrigado pelas gentis palavras.

Grande abraço!


Carlitos Kuhn

Marcelo Vinhas disse...

Dani, nada pessoal, por favor! Minha crítica foi contra a tua coluna, mas não nego que concordei com alguns pontos.

Nunca havia visto no G.E. Brasil uma administração com visão de longo prazo. Predominava o imediatismo (quase amadorismo) administrativo que, além de não dar certo em campo, deixava uma herança de dívidas e trapalhadas para a gestão seguinte.

Ainda há muito o que evoluir, mas o primeiro passo de mudança está sendo dado pelo presidente Ricardo Fonseca, com uma visão mais profissional do futebol.

Existem Xavantes por todo lugar, até no deserto. Na situação em que te encontras na foto, pode aparecer um Xavante pra te dar uma mão e te levar ao Bento Freitas. Depois de assistir a um jogo na Baixada poderás entender o motivo das nossas manifestações.

Abraço,
Vinhas.

lhroza disse...

LH.ROZA

Modesto colunista CAMPEÃO DE TUDO

Assim como das vezes anteriores, respeitosamente posso concordar com algumas de suas conotações.

Mas vir cornetar assuntos internos do GE.BRASIL, talvez só com a visão dos meios da "MÍDIA", sem ter pelo menos pizado uma vez na BAIXADA para reconhecer a verdadeira força da MAIOR E MAIS FIEL DO INTERIOR, podemos concluir que seja uma incoerênbcia com o seu conhecimento esportivo.

Para concluir como vai o FUTEBOL em sua CIDADE ???

Até + sem recentimentos, pois no FUTMESA as melhores VITÓRIAS são as grandes AMIZADES conquistadas fora das MESAS.

hamster adestrado disse...

Que horror!!!

A.R.F.M disse...

Concordo com o Cepel: "Que horror!". Roza, não entendi o "pizado". Javanês? Aguardo esclarecimento.
Já ia me esquecendo: pra quem joga apenas pelas amizades, até que tu te encomoda bastante com a arbitragem!
Quanto ao futebol da minha cidade, este encontra-se também falido.



Dr.Maia disse...

Decreto 01/2013 da Tischfussball Pokal:

art. 1º Todo botonista fica obrigado a tomar um litro de chopp por partida disputada.
art. 2º O botonista que descumprir o artigo anterior estará automaticamente eliminado e sujeitar-se-á as punições da FGFM.
art. 3º Revogam-se todas as disposições em contrário.

Dr Maia







Ricardo Gothe disse...

Não sendo as punições da CBFM, já tá razoável, rsrs...

Abraço,
Gothe.

Aldyr Rosenthal Schlee disse...

Alô, Dani: "tamo junto!"